domingo, 4 de novembro de 2018

Congresso técnico da Copa Janduí Diniz 2019

Foi realizado na manhã deste domingo em Tenente Ananias, o Congresso Técnico que definiu a sétima edição de uma das mais importantes competições do Alto Oeste Potiguar, Copa Janduí Diniz.

Como na edição passada, a competição contará com 16 equipes, divididas em quatro grupo de quatro, onde se classificarão as duas melhores colocadas para então fazerem as quartas de final.

Entre as novidades desse ano que se refere a participantes, termos a equipe do AC Motos de Marcelino Vieira, o Arizonense de Pau dos Ferros e o retor de Major Sales.

Ausências sentidas por parte do Popular de Poço José de Moura e União de Alexandria.

A sétima edição da CJD começa no dia 17 de novembro entre o TAMEC x Campo Alegre.

Confira como ficaram os grupos:

Grupo A:

TAMEC
Campo Alegre
Ajax
Brejo dos Santos

Grupo B:

José da Penha
Major Sales
Rafaelense
Amigos

Grupo C:

AC Motos
Lastro
Caiçara
Arizonense

Grupo D:

Trovão Azul
Luís Gomes
Boca Júnior
ADAV

domingo, 25 de março de 2018

Lastro Bi campeão

O time do Lastro conquistou o título da Copa Janduí Diniz ao vencer a equipe do 26 de Julho nessa tarde de domingo, no estádio Wilson Rocha pelo placar de 1 x 0, gol marcado pelo jogador Abimael, que chegou a marca dos 5, sagrando-se artilheiro e melhor jogador da competição.

O Jogo.

Foi uma partida muito bem disputada, do início ao fim, com destaque para os zagueiros das duas equipes e os goleiros que operaram verdadeiros milagres, Gladson pelo lado do time paraibano, e Raposo pelo time potiguar.

Nas arquibancadas as torcidas davam show, com as dependências do estádios lotadas.

O primeiro tempo acabou e 0 x 0, com ambas equipes chegando com muitas chances de marcar, mas prevaleceu as defesas.

Na segunda etapa, o time de Luís Gomes começou colocando mais pressão, sempre nas jogadas perigosas do atacante Alexandre, que mais uma vez fez grande partida.

Pelo lado paraibano, destacava-se o habilidoso e rápido Abimael.

O jogo já caminhava para as penalidades, pois as chances eram diversas, principalmente para o time do Lastro, que obrigou o goleiro raposo a fazer sucessivas defesas, num verdadeiro bombardeio a área da equipe serrana.

Mas a tarde era mesmo de Abimael, que fez uma grande competição, e para celebrar, acertou de fora da área de esquerda e fez o gol do título.

A equipe de Luís Gomes sentiu bastante o golpe, o técnico Tico fez algumas mudanças, mas essas não surtiram efeito.

E a situação ficou mais complicada ainda quando Lucas que havia entrado a pouco tempo fez dura falta em João Vitor, o que lhe rendeu um vermelho direto.

Com um a menos, a equipe do 26 viu as suas chances diminuírem ainda mais.

O Lastro só administrou os momentos finais, chegou ainda com um certo perigo mas foi só, final, Lastro 1 x 0 26 de Julho.

Esse foi o segundo título da equipe do Lastro, o único a conquistar duas vezes essa competição, e com isso, empatou também a disputa interestadual, agora RN e PB tem 3 títulos cada.

Após o jogo, o técnico Gerson fez questão de exaltar o seu time, e a torcida que compareceu em grande número, ele falou também da final da Liga de Sousa onde acabou perdendo nas penalidades no meio de semana, mas acrescentou que se tivesse de escolher um dos dois campeonatos para ser campeão escolheria justamente a CJD.

O prefeito, Dr Athaide, grande incentivador do esporte de sua cidade reforçou as palavras do técnico, falando da gratificação do título, da felicidade de está junto com jogadores e torcida numa grande festa, em mais um título do Lastro em solo potiguar.

Dr Athaide falou também sobre Copa Primo Fernandes, dizendo que é uma grande competição, e que esse ano vai lutar pelo título.

Em seguida aconteceu a entrega de medalhas, troféus e premiação para os destaques da competição, contando com as presenças de autoridades, além de Dr Athaide o prefeito do time campeão, teve ainda a presença de Mariana Fernandes prefeita da cidade de Luís Gomes, seu pai Dr Pio X Fernandes, e claro, a anfitriã Larissa Rocha, prefeita da cidade de Tenente Ananias.

E assim conhecemos mais um campeão da Copa Janduí Diniz, Lastro que conquista pela segunda vez.

Confira a s imagens:








domingo, 18 de março de 2018

26 de Julho supera o União e chega pela primeira vez a final

A equipe do 26 de Julho de Luís Gomes venceu o União de Alexandria pelo placar de 3 x 1, com gols de Alexandre, Corujinha e Gilvagner para a equipe serrana, e Eduardo descontou para a terra da barriguda, em jogo válido pela semifinal.

Foi um jogo muito movimentado, onde as duas equipes mostraram um bom futebol, principalmente o União no início, com um toque refinado, mas foi o 26 de Julho que chegou primeiro com a boa chance através do jogador Alexandre, ele ficou cara a cara com o goleiro e bateu pra fora.

Depois dessa chance, a equipe de Luís Gomes passou a jogar melhor, e o time alexandriense não tinha mais tanta posse de bola como no início do jogo.

E a situação do 26 ficou melhor ainda, quando aos 11 minutos, Jessé entorta o zagueiro com um belo drible, e cruza voltando dentro da área, para Alexandre que escora e faz, 26 de Julho 1 x 0.

O gol deixou a equipe de Luís Gomes mais a vontade dentro de campo, e assim tocando bem a bola e criando oportunidades, a defesa muito bem postada, evitava as chegadas do time adversário.

Alexandre, apesar de ser um pouco acima do peso, deu muito trabalha a defesa de Alexandria, e aos 25, ele faz grande jogada pela direita, toca para Jessé, que divide com a zaga, a bola sobra para Corujinha que chuta forte e faz, 2 x 0 para o time de Luís Gomes.

A apaixonada torcida de Luís Gomes vai ao delírio com a equipe fazendo bonito em campo.

Já do outro lado, preocupação por parte de todos, a equipe alexandriense não se encontrava bem em campo, e o placar era muito desfavorável, acabando a primeira etapa com o placar de 2 x 0.

No segundo tempo, o União veio com muito mais vontade, e não lhe restava outra alternativa, se não correr em busca do resultado.

E parecia que ele viria, aos 04, Eduardo bate falta e faz um belo gol, descontando para o time alexandriense. 26 de Julho 2 x 1 União.

O jogo era franco, aberto, a qualquer momento poderia sair o gol de empate, ou o terceiro da equipe de Luís Gomes, os técnicos mexiam nas suas peças, trocando jogadores de acordo com o andar da partida, alguns saiam por está machucados, outros por estarem pendurados, outros cansados, ou simplesmente por opções táticas.

Aos 34, Gildevagner que acabara de entrar, faz grande tabela com Pepeta e bate forte para fazer, 26 de Julho 3 x 1.

Com o placar elástico, a equipe de Alexandria não encontrava mais forças para reagir, e acabou sendo eliminado para o time de Luís Gomes. Final, 26 de Julho 3 x 1 União.

O time de Luís Gomes fará a final inédita, domingo, dia 25 contra a equipe do Lastro, será um duelo interestadual na terra das águas-marinhas.

sábado, 17 de março de 2018

Lastro vence os donos da casa e briga pelo bi

O Lastro venceu a equipe do TAMEC nessa tarde de sábado em Tenente Ananias pelo placar de 1 x0, gol marcado por Abimael, em partida válida pela semifinal da CJD.

Um grande público compareceu ao estádio Wilson Rocha para acompanhar esse jogo de muita rivalidade, entre as equipes de Tenente Ananias x Lastro. Não só os torcedores das duas cidades, mas também vários outros do RN e da PB.

O jogo começou com os jogadores do time da casa mais ligados, é tanto que de vez enquanto se ouvia Sandrinho, do Lastro gritar para os seus jogadores acordarem, pois o jogo já havia começado, isso ele falou mais de uma vez na primeira etapa.

Quem primeiro chegou com perigo, foi justamente o TAMEC, aos 08, depois da cobrança de escanteio, a bola sobra para o zagueiro Rafael chuta, a bola bate na defesa em cima da linha, Batoré aproveita a sobra e chuta forte, mas o goleiro Gladon agarra a bola.

De novo o TAMEc chegou com perigo, aos 20, João Vitor cruza, Biscoito chega cabeceando, mas o goleiro Gladson segura firme mais uma vez.

A equipe paraibana demorou a chegar no campo de ataque com perigo, mas quando isso aconteceu, foi realmente num lance muito perigoso, Moisés chega cara a cara com Pipoca, bate forte, e o goleiro potiguar faz defesa espetacular, evitando o primeiro, na chance mais clara do jogo.

O TAMEC deu a resposta já nos acréscimos, aos 42, Batoré toca na medida para Biscoito, ele recebe livre de marcação na área, bate forte de esquerdo, mas o goleiro Gladosn faz mais uma grande defesa.

Com poucas, mas boas chances criadas para os dois lados, o primeiro tempo acaba sem gols.

Na segunda etapa, o time da casa mais uma vez toma a iniciativa e parte para cima, cruzamento que veio da direita, Biscoito cabeceia pra fora.

Três minutos depois, Batoré cruza bem, Rafael cabeceia para mais uma defesa do goleiro paraibano.

Outra boa jogada foi criada em favor do TAMEC, aos 13 minutos da etapa complementar, quando Daniel faz boa jogada pela esquerda e cruza rasteiro para Biscoito sempre com boa presença de área, chuta por cima, desperdiçando mais uma grande chance para o time da casa.

E a tarde não era mesmo de Biscoito, pelo menos para fazer gol, o centroavante recebeu mais uma na medida, aos 19, ele bate da entrada da área, e mais uma vez Gladson usa todo o seu tamanho avantajado para fazer mais uma importante defesa.

O time do Lastro na segunda etapa, não conseguia boas jogadas de ataque, Abimael brigava muito tentando levar a bola contra a meta de Biscoito, Cemar, pouco aparecia, sempre bem marcado de perto pelo zagueiro Rafael.

Aos 32, Sandrinho lança na área, Cemar cabeceia, e o goleiro Pipoca pega firme.

O jogo já caminhava para as penalidades, do lado de fora, os torcedores especulavam quem levaria a melhor na disputa da cal. Mas aos 34, Abimael leva a melhor contra os marcadores, faz jogada individual, bate forte e abre o marcador, Lastro 1 x 0.

A torcida comemorou nas arquibancadas, o time paraibano sai na frente, restando poucos minutos para acabar o jogo.

Depois do gol, o treinador Cleilton fez várias mudanças, entre elas a saída de Daniel, bastante contestada pela torcida, pois o camisa 11 fazia uma grande partida.

O TAMEC foi pra cima, em busca do gol do empate, Rafael abandonou a zaga e foi para o ataque, houve alguns lances de perigo, entre esses aos 39, Lucas chuta forte, mas Gladosn em tarde inspirada pega e não larga mais.

Não deu mais tempo para nada, e o árbitro Ancelmo aponta para o centro do campo e acaba o jogo, Lastro classificado 1, TAMEC eliminado 0.

A equipe paraibana agora espera o vencedor entre União de Alexandria x 26 de Julho de Luís Gomes.

Uma coisa é certa, teremos uma final interestadual mais uma vez, com Lastro representando a Paraíba, restando saber qual o potiguar que chegará para essa final.

O time do Lastro é a terceira equipe a chegar duas vezes na final, as outras foram Boca Júnior e Brejo dos Santos só que nenhuma conquistou o título, já o Lastro levantou o caneco em 2014.

O atacante Biscoito teve muitas oportunidades de fazer gols para a equipe do TAMEC e não conseguiu, o camisa 9 sentiu demais a derrota, e saiu de campo chorando, uma cena triste, mas ao mesmo tempo bonita, pois isso mostra que é um garoto que além de bom de bola, ama seu time, sentimento pouco vivido nos dias de hoje.

domingo, 11 de março de 2018

Lastro abre grande vantagem, passa susto e acaba vencendo nos pênaltis

O Lastro conseguiu a classificação para a semifinal vencendo a Portuguesa de Pilões pelo placar de 4 x 3, depois de empatar o no tempo normal em 3 x 3, Abimael, Me e Cemar marcaram para a equipe paraibana, quanto Tonho duas vezes e Jarismar fizeram do time potiguar.

Quem compareceu ao estádio Wilson Rocha nessa tarde de domingo, 11, assistiu a um dos melhores jogos do ano, uma partida cheia de emoções, com 6 gols e três expulsões.

A equipe do Lastro entrou no jogo com muita vontade, e logo aos 10 minutos teve um pênalti ao seu favor, Cemar desviou de cabeça bola na área, Valderir tocou com a mão, na cobrança Abimael abriu o placar, 1 x 0 para o Lastro.

                      
Depois do gol, a equipe de Pilões não conseguiu mais sair do campo de defesa, e acabou perdendo muitas bolas, numa dessas, aos 17 minutos Gilmar foi tentar virar da esquerda para direita, acabou entregando a bola de graça nos pés de Cemar, o atacante paraibano só rolou na esquerda para Me acertar um belo chute e fazer 2 x 0.

A equipe da Portuguesa sentiu o baque, além dos dois gols em desvantagem, a sua defesa ficou toda amarelada por reclamações e faltas cometidas.

Aos poucos, a equipe de Pilões voltava ao jogo, a final, o time da luza tem muita qualidade no seu setor ofensivo e de criação, Gilma, Pedrinho, Berguino e Tonho, chegavam com toques de bola envolvente, mas na hora do chute não ofereciam perigo ao goleiro Gladson.

Aos 40, o lateral Júnior cruza da direita, numa falta de atenção da defesa potiguar, Cemar cabeceia sozinho e faz o terceiro, Lastro 3 x 0 Portuguesa, acabando assim a primeira etapa.

Os jogadores da Portuguesa não acreditavam no que estavam vendo, a torcida paraibana, sempre muito animada e em grande número, fazia festa na arquibancada, muitos já pensavam no clássico de sábado, pois o placar super favorável credenciava o Lastro a enfrentar o TAMEC.

As equipes voltam para o segundo tempo, e em pouco tempo, as coisas começam a mudar.

Com 2 minutos de bola rolando, Jarismar é derrubado e o árbitro marca falta, pênalti que Tonho cobra e faz, descontando para a lusa, Lastro 3 x 1.
                     
O gol deu ânimo a equipe de Pilões, que ver suas chances aumentarem aos 7, o zagueiro Luíz é expulso, o time da Portuguesa continua na pressão, e acontece mais um pênalti a seu favor, Tonho cobra, o goleiro Gladson defende, mas o mesmo pega o rebote e faz o segundo, Lastro 3 x 2.
                    
A torcida e a equipe do Lastro, ficam apreensivos, a situação não é boa, além de diminuir a vantagem que era grande, a equipe fica em desvantagem numérica.

E não demorou muito para situação se complicar ainda mais, três minutos depois, a equipe de Pilões continuava na pressão, e Jarismar na meia direita acerta um tirambaço fazendo o terceiro da Portuguesa, 3 x 3.

O time do RN, continuou a pressão, tinha um a mais e queria aproveitar essa vantagem para ficar também na frente no marcador.

Mas aos 16, a equipe de Pilões tem grande baixa, com Tonho recebendo o segundo amarelo por reclamação e sendo expulso.

Agora cada um tinha dez, ainda sim, a Portuguesa era melhor em campo, mas não conseguiu chegar ao gol da vitória.

O time do Lastro pouco ia ao ataque, Cemar, teve raras aparições na segunda etapa, a equipe de Pilões colocou uma verdadeira blitz.

Com um tempo para cada, sendo o primeiro do Lastro e o segundo da Portuguesa, aliás isso foi tão nítido que até os gols foram assim, 3 para o time paraibano na primeira etapa, e 3 para o potiguar na segunda, e o jogo acabou assim.

Nas penalidades o time do Lastro levou a melhor, marcando 4, e a Portuguesa apenas 3, Bruno e Vandin   perderam as suas cobranças.

veja o vídeo:


             

A equipe do Lastro agora irá enfrentar o seu maior rival, os donos da casa, TAMEC, próximo sábado dia 17, no Wilson Rocha.

A outra semifinal será entre União x 26 de Julho, domingo dia 18.




sábado, 10 de março de 2018

26 de virada conquista vaga para semifinal

O 26 de Julho venceu o Caiçara nessa tarde de sábado em Tenente Ananias, em jogo válido pelas quartas de final, placar de 2 x 1, com gols de Jessé e Cabeludo, enquanto Kassinho marcou para a equipe da vila.

Foi um jogo bastante movimentado com as duas equipes em busca do resultado, 26 de Julho e Caiçara fizeram uma boa partida de futebol.

Antes de começar a partida, surgiu um questionamento por parte da comissão técnica do time de Luís Gomes, o atleta Matheus, que inclusive é da cidade serrana estava pronto para entrar em campo pelo time da vila, isso sem ele ter jogado nenhuma partida antes, o questionamento era para saber se ele realmente tinha condições de jogo ou não.

A partida começou com ele, Matheus jogando com a camisa 10 do time de Valdir.

No primeiro tempo, as duas equipes criaram, o time do 26 com boas chegadas de Corujinha, e o time do Caiçara sempre com Sérgio e Kassinho, deram muito trabalho a defesa.

O time do Caiçara chegou com mais perigo, a ponto de Kassinho num rebote sem goleiro chutou a bola na trave, perdendo grande chance de abrir o marcador.

A equipe do Caiçara foi melhor na primeira etapa, porém não conseguiu fazer o gol.

Na segunda etapa, o gol não demorou muito a sair, aos 5 minutos de bola rolando, Kassinho recebe pela esquerda e bate forte, o goleiro coloca a mão, mas não é o suficiente para evitar o primeiro gol do jogo, 1 x 0 para o Caiçara.

O time da vila marcou e continuou na pressão, por muitas vezes chegando com perigo tentando fazer o segundo.

A equipe de Luís Gomes não estava numa boa tarde, o técnico começa a fazer mudanças, mas o time serrano continua jogando mal.

O Caiçara por sua vez criava mais algumas oportunidades mas desperdiçava.

Caminhando para o final do jogo, o 26 de Julho foi com tudo para em busca do empate, o time criou muitas chances, mas abusava de perder gols, era um depois do outro.

Até que aos 34, o goleiro Gatinho do Caiçara dá bobeira, e Jessé se aproveita para empatar o jogo, 1 x 1.

O gol tirou o peso da equipe da serra, que continuou no ataque, por outro lado, o adversário sentiu, e não conseguiu mais jogar bem como antes.

Aos 36, depois de boa jogada pela direita, a bola chega para o zagueiro Cabeludo, que de cabeça vira para o o 26 de Julho, 2 x 1.

Precisou apenas de dois minutos para a equipe de Luís Gomes fazer o que não tinha feito durante todo o jogo, e assim conseguir a classificação.

O presidente e técnico Valdir saiu chateado, pois foi a melhor atuação da sua equipe, mas as falhas bobas, mais os gols perdidos, fizeram com que a equipe fosse eliminada da competição.

O time do 26 de Julho consegue a classificação e será o adversário do União de Alexandria, a partida está marcada para domingo, dia 18.




Hoje tem o penúltimo jogo das quartas

Neste sábado, 10, acontece mais um jogo das quartas de final da CJD, o duelo será entre as equipes de mesma comarca, 26 de Julho de Luís Gomes, versos Caiçara da Vila Caiçara município de Paraná.

Duas equipes tradicionais do futebol regional, disputando uma vaga nas semifinais. O time de Luís Gomes que começou dando susto perdendo o primeiro jogo, mas depois se recuperou e ficou em primeiro lugar no grupo A, o qual tinha o TAMEC dono da casa também, inclusive no confronto, a equipe serrana venceu naquela oportunidade o seu primeiro jogo.

O time da vila que começou com um empate e terminou com derrota, passou em segundo no grupo C, com apenas 4 pontos, num grupo onde tinha o atual campeão Amigos de Poço Dantas, onde perdeu por 1 x 0 no último jogo não só do grupo, mas de toda a primeira fase.

O time paraibano já se foi, agora é hora do Caiçara mostrar sua força diante sua apaixonada torcida que com certeza comparece em grande número.

Por falar em torcida, o time de Luís Gomes também tem os seus fieis torcedores que comparecem onde o time vai.

Promessa de um grande jogo hoje a tarde na cidade de Tenente Ananias para conheceremos mais um semifinalista dessa grande competição.

Publicidade